Ciência

Análise ao sangue permite identificar doença de Parkinson

ciencia

Um estudo publicado na revista Neurology, da publicação American Academy of Neurology, revela que é agora possível identificar a doença de Parkinson através de uma análise ao sangue.

Através da identificação dos níveis da proteína neurofilamento de cadeia leve, parte das células cerebrais (neurónios), no sangue, é possível distinguir se se trata de sintomas causados pela doença de Parkinson ou por distúrbios parkinsonianos atípicos, como a degeneração corticobasal, atrofia de múltiplos sistemas e paralisia supranuclear progressiva.

Nesta investigação, chegou-se à conclusão que os níveis desta proteína são menores nos doentes com Parkinson, e maiores nas pessoas com distúrbios parkinsonianos atípicos.

Esta investigação permitirá uma identificação da doença, e assim conseguir controlar a progressão da patologia e perceber quais os tratamentos mais benéficos.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo