Cultura

Angolano Kiluanji Kia Henda vence Prémio Frieze Artist 2017

rede angola
Kiluanji Kia Henda (Rede Angola)

O artista angolano Kiluanji Kia Henda venceu o Prémio Frieze Artist Award 2017, com a exposição “Under the Silent Eye of Lenin”, inspirada no “culto do marxismo-leninismo no período pós-independência” em Angola, sendo assim o primeiro artista africano a vencer este prémio, avança o portal de notícias Rede Angola.

Na exposição, Kiluanji Kia Henda “faz um paralelismo entre esse culto [marxismo-leninismo], e as práticas de feitiçaria durante a guerra civil no país, aplicando também narrativas de ficção científica usadas durante a Guerra Fria entre as então superpotências mundiais dos Estados Unidos e União Soviética”, esclarece o mesmo órgão de comunicação.

Em março, Kia Henda expôs “In the Days of a Dark Safari” na Galeria Filomena Soares, em Lisboa.

Kiluanji Kia Henda nasceu em Luanda em 1979 e é um artista autodidata. Já reúne mais de uma dezena de exposições individuais, e o seu trabalho faz parte de variadas coleções públicas e privadas, entre a África e a Europa.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo