Cultura

Cais do Valongo no Brasil considerado Património Mundial da UNESCO

cais do valong

O Cais do Valongo, no Rio de Janeiro, foi declarado Património Mundial da UNESCO, decisão tomada pelo Comité do Património Mundial da organização, que esteve reunido de 2 a 12 de julho de 2017 na capital da Polónia.

O Comité decidiu incluir o Cais do Valongo nesta lista, pelo seu grande significado para gerações passadas, presentes e futuras no que se refere à história do tráfico atlântico e à escravização de africanos, afirma o Escritório das Nações Unidas no Brasil.

O Cais do Valongo foi o tornou-se o maior porto de entrada para os escravos africanos que chegavam à América, até meados do século XIX. Soterrado durante décadas, foi redescoberto durante a reconstrução da zona portuárias do Rio para os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro em 2016.

Assim, o Cais do Valongo junta-se aos 20 locais que figuram na lista do Património da Humanidade da UNESCO no Brasil: Centro histórico de Olinda, Ruínas de São Miguel das Missões, Centro histórico de Salvador, Santuário de Bom Jesus do Congonhas, Parque Nacional do Iguaçu, Distrito Federal de Brasília, Parque Nacional da Serra da Capivara, Centro histórico de São Luís, Áreas protegidas de Mata Atlântica do Sudeste, Reservas de Mata Atlântica da Costa do Descobrimento, Centro histórico de Diamantina, Complexo de Conservação da Amazónia Central, Área de conservação do Pantanal, Reservas de Fernando de Noronha e Atol das Rocas, Chapada dos Veadeiros e Parque Nacional das Emas, Centro histórico de Goiás, Praça de São Francisco em São Cristóvão, cidade do Rio de Janeiro e o conjunto moderno da Pampulha.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo