Cultura

Caso dos “Panama Papers” distinguido com Prémio Pulitzer de Investigação

panama papers

O mais prestigiado prémio de jornalismo dos EUA, o Prémio Pulitzer de 2016, foi entregue esta segunda-feira. Da atribuição de prémios destaca-se a categoria de reportagem interpretativa, para o grupo de jornalistas de investigação do grupo McClatchy e Miami Herald, que analisaram e expuseram o que ficou conhecido como o caso dos “Panama Papers”.

O “Panama Papers” desvendou uma rede de corrupção de companhias offshore, depois de uma fuga de informação de 11,5 milhões de documentos da Sociedade de advogados Mossack Fonseca. Esses documentos revelavam grandes desvios de dinheiro para paraísos fiscais, ligados a vários líderes mundiais. A investigação durou um ano e envolveu mais de 300 jornalistas em 77 países.

O prémio na categoria de reportagem internacional foi para o jornal The New York Times , numa reportagem sobre o Presidente russo Vladimir Putin. O mesmo jornal arrecadou mais dois prémios na categoria feature e fotografia, para uma reportagem fotográfica de Daniel Berehulak sobre as crianças nas Filipas.

Os Prémios Pulitzer distinguiu trabalhos em 14 categorias, na edição em que assinalou os 101 anos de existência do galardão.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo