Cultura

Companhia João Garcia Miguel leva Teatro e Circo ao Bairro Intendente em Festa

17021617_1665339950148841_5847906507932333310_n

A Companhia João Garcia Miguel (CJGM) leva a criação “Mundo Interior”, uma mistura de teatro e circo feita em conjunto com João Paulo Santos, ao palco do Bairro Intendente em Festa, a 14 de julho.

A peça tem como ponto de partida o livro “Mundo Interior” do poeta islâmico Jalâl Rûmi, e baseia-se na lenda da destruição de Kash, de Joseph Campbell, e de um excerto da “Divina Comédia” de Dante, avança o comunicado enviado à imprensa.

“Mundo Interior” conta a história de “um velejador solitário que parte à descoberta de um mundo interior desconhecido e, nessa força de querer viajar e de descobrir, abre e revela este mundo, ao mesmo tempo que o confunde e o destroça em fragmentos”. É “uma peça que questiona a formatação social de uma incessante procura de segurança e tranquilidade que, ilusória, nos afasta da noção de desconhecido como possibilidade de descobrimento”, lê-se no mesmo documento.

O diretor e encenador da Companhia JGM, João Garcia Miguel, confessa que este espetáculo surge de um sonho antigo. Tão longínquo quanto o tempo em que eu e o João Paulo Santos nos encontrámos no Chapitô, eu enquanto professor, e ele como aluno. A concretização do sonho acontece agora. E acrescenta: Jalâl Rûmi, a quem pedimos o título da peça emprestado, que é homónimo de um dos seus livros, diz-nos que a palavra incita-nos na procura; não que a coisa procurada seja obtida pela palavra pois se assim fosse não teríamos necessidade de nos esforçarmos tanto e repetidamente.

A peça “Mundo Interior” estreou em março, no Centro Cultural de Vila Flor, em Guimarães, e já passou pelo Teatro Ibérico, sede da Companhia João Garcia Miguel em Lisboa, e pelo Teatro-Cine de Torres Vedras.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo