Cultura

Lucílio Manjate vence prémio Eduardo Costley-White

manjate

O escritor moçambicano Lucílio Manjate foi o vencedor do Prémio Eduardo Costley-White 2017, com a obra “Rabhia”. O galardão foi atribuído pela Fundação Luso-americana para o Desenvolvimento e a cerimónia decorreu na sede da Fundação, em Lisboa.

O Prémio Literário Eduardo Costley-White tem o valor de dez mil euros e visa promover novos talentos africanos de língua portuguesa.

Lucílio Manjate nasceu em Maputo em 1981 e atualmente leciona Literatura e na Universidade Eduardo Mondlane. É membro da Associação dos Escritores Moçambicanos e da Sociedade Moçambicana de Autores.

Do percurso enquanto escritor, destacam-se as obras “Manifesto” (2006), galardoado com o Prémio Revelação Telecomunicações de Moçambique; “Os Silêncios do Narrador“ (2010); “O Contador de Palavras” (2012); “A Legítima Dor da Dona Sebastião” (2013) e “O Jovem Caçador e a Velha Dentuça” (2016).

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo