Diplomacia | Geopolítica | Segurança

Secretário de Estado dos EUA acusa Irão de “provocações alarmantes”

FILE - In this Friday, March 27, 2015 file photo, ExxonMobil CEO Rex Tillerson delivers remarks on the release of a report by the National Petroleum Council on oil drilling in the Arctic, in Washington. On Saturday, Dec. 10, 2016, President-elect Donald Trump moved closer to nominating Tillerson as his secretary of state, meeting privately with the business leader for the second time in a week. (AP Photo/Evan Vucci, File)

O Secretário de Estado dos EUa Rex Tillerson acusou o Irão de “provocações alarmantes” para desestabilizar países no Médio Oriente. A acusação surge num momento em que a administração Trump começa a analisar a sua política para o Irão, não só no respeitante ao cumprimento do acordo nuclear de 2015 mas também no comportamento com países na zona, nomeadamente na Síria, Iraque, Iemen e Líbano.

As palavras de Tillerson seguem as do Secretário da Defesa Jim Mattis, que em visita à Arábia Saudita afirmou que a influência desestabilizadora do Irão teria de ser ultrapassada para terminar o conflito no Iemen.

Apesar de não existirem sinais de que a administração Trump se pretenda afastar do acordo nuclear, Tillerson por duas vezes referiu que deixar o Irão sem qualquer controlo poderia tornar o país uma ameaça como a Coreia do Norte.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo