Angola

Eleições Gerais Angola: UNITA acusa MPLA de violência e denuncia ataque a comitiva do partido

UNITA

A UNITA denunciou, no início desta semana, através da página oficial do partido, o “ataque a três militantes do partido na província de Benguela”. Segundo o comunicado publicado “os militantes faziam parte de uma caravana eleitoral liderada pelos deputados Alberto Ngalanela e Anita Filipe” que foi “insultada ao longo do percurso Ganda/Cubal”. A UNITA acrescenta ainda que os atos “foram instrumentalizados por António Bumba”.

Na mesma página, o maior partido da oposição faz também referência ao ataque de “30 de julho de 2017, a uma delegação do Secretariado Comunal da UNITA, durante uma atividade de campanha no sector do Kuima”, do qual, sublinham “resultaram sete feridos, os sete feridos três em estado grave, e um deles infelizmente acabou por falecer esta manhã as 08 horas, já no Hospital Central do Huambo. Portanto, o falecido chama-se Martinho Kalende, natural do Chinguar, de 45 anos de idade e deixa viúva e dois filhos”, acrescentam.

O Secretariado Executivo do Comité Permanente da Comissão Política da UNITA, esteve reunido na passada terça-feira, para analisar a evolução da campanha eleitoral. Na mesma página, referem que “o comité constatou o agravamento da postura discriminatória dos órgãos de Comunicação Social Públicos, no tratamento desigual às candidaturas, favorecendo vergonhosamente o Partido-Estado, numa clara violação da Constituição e da Lei” e ainda “a persistência dos actos de coacção, sequestro do eleitor e de corrupção eleitoral, praticados e publicitados em todo o país pelo candidato do MPLA”.

Assim, a UNITA “exorta o povo angolano a não ceder às provocações para que os inimigos da democracia não concretizem os seus intentos de impedir o voto de Mudança” e faz um apelo “à Comissão Nacional Eleitoral para afirmar a sua independência institucional”.

O candidato à presidência pelo maior partido da oposição é Isaías Samakuva. A ida às urnas está agendada para 23 de agosto, e concorrem nestas eleições o MPLA, a UNITA, o PRS, a APN, a FNLA e a CASA-CE, única coligação eleitoral.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo