Angola

Presidenciais Angola: CASA-CE apela ao registo eleitoral e garante mudança pacífica

CASA-CE

O mote da campanha eleitoral e do apelo ao voto do Partido Convergência Ampla de Salvação de Angola-Coligação Eleitoral (CASA-CE) para as Presidenciais de agosto de 2017, é “Mudança 2017: Ordeira, Positiva e Pacífica”.

Em declarações esta quinta-feira à Agência Angola Press, no Namibe, o Secretário Provincial da Casa-CE daquela região, Manuel Sampaio Mucanda, prometeu que a sua organização quer “protagonizar uma mudança para o país de forma ordeira, pacífica e inclusiva”.

Sublinhou ainda que “a sua coligação traçou o controlo cerrado sobre o voto nas mesas, para que as eleições decorram com normalidade, num clima de paz e estabilidade, cujos resultados reflitam a vontade da população”.

Sampaio Mucanda assegurou que o processo de registo eleitoral está a decorrer com toda a normalidade, mas denunciou algumas falhas na fiscalização das mesas de registo. Contudo, garantiu que a CASA-CE está a controlar o registo eleitoral através dos fiscais que se encontram nos cinco municípios da província de Namibe, nomeadamente Moçâmedes, Kamucuio, Bibala, Virei e Tômbwa.

O Secretário Provincial reforçou o apelo aos cidadãos para se dirigirem aos locais onde podem fazer o registo eleitoral e sublinhou: “Àqueles que são céticos, aconselhamos que o façam. O bom cidadão é aquele que se regista e vota. Aquele que quer contribuir para o desenvolvimento do país, participa ativamente nesses processos”.

No início desta semana, a comitiva da CASA-CE liderada por Abel Chivukuvuku esteve no Cubal, província de Benguela, onde foi recebida por centenas de militantes e simpatizantes. Abel Chivukuvuku ouviu as queixas da população e propôs mudanças, demonstrando sempre um contacto próximo com os cidadãos. A CASA-CE reforça a sua mensagem de campanha na sua página oficial com as mensagens “Desta vez a mudança!” e “Todos por Angola e uma Angola para todos!”.

Nas eleições de 2012, a CASA-CE no Namibe esteve em segundo lugar, logo a seguir ao MPLA.

A CASA-CE – Convergência Ampla de Salvação de Angola – Coligação Eleitoral – foi fundada em abril de 2012 como uma coligação de quatro partidos políticos: PALMA (Partido de Aliança Livre de Maioria Angolana), PPA (Partido Pacífico Angolano), PNSA (Partido Nacional de Salvação de Angola), PADDA -a AP (Aliança Patriótica).

Atualmente, o Partido é representado por oito deputados na Assembleia Nacional.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo