Angola

Presidenciais Angola: CNE descarta contagem e apuramento dos dados eleitorais a nível municipal

cne
Júlia Ferreira - porta-voz cne

A Comissão Nacional Eleitoral (CNE) de Angola, negou esta quarta-feira, a solicitação feita pelos partidos da oposição para uma contagem e apuramento dos votos a nível municipal.

Segundo o jornal angolano O País, a porta-voz da Comissão Nacional Eleitoral, Júlia Ferreira, declarou que o mesmo órgão “não pode ser empurrado para situações de ilegalidade” e que a CNE é independente do Estado. Acrescentou ainda que a CNE está a aguardar pelo relatório final do Ficheiro Informático de Cidadãos Maiores (FICM) e pela realização de uma auditoria ao mesmo órgão.

O secretário-geral do Bloco Democrático, Filomeno Vieira Lopes sublinhou que “a CNE, infelizmente, respondeu que não tem nada a ver com a questão das pré-campanhas. Isso significa que a mesma não tem regras, e isso preocupa-nos bastante”. Já Cesinanda Xavier, vice-presidente da CASA-CE para a Sociedade Civil, reforçou que o partido da coligação defende esta contagem e apuramento dos resultados das eleições a nível dos municípios, pois “com isso será mais fácil fazer o somatório da contagem dos votos”, refere o mesmo jornal.

Até 19 de abril decorre o período para reclamações e consulta de dados de eleitor, apenas para os cidadãos que se registaram pela primeira vez entre 2016 e 2017.

Prevê-se que no final do mesmo mês os dados provisórios estejam prontos para serem entregues à Comissão Nacional Eleitoral.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo