Brasil | Segurança

Nova guerra de gangues provoca 33 mortos na prisão de Roraima

penitenciariabrasil

Depois de no domingo guerras de gangues no Compaj (Complexo Penal Anísio Jobim) em Manaus e na UPP (Unidade Prisional Puraquequara) terem resultado na morte de cerca de 60 detidos, um novo massacre num complexo penitenciário aconteceu esta sexta-feira em Boa Vista, capital do estado de Roraima, no norte do Brasil.

Pelos 33 prisioneiros foram mortos na madrugada desta sexta-feira durante um motim na Pamc (Penitenciária Agrícola de Monte Cristo) no sul da cidade de Boa Vista.

Segundo o secretário de Justiça e Cidadania de Roraima, Uziel Júnior, o massacre pode ter sido provocado por membros do gangue PCC (Primeiro Comando da Capital) contra uma fação rival dentro da cadeia. No entanto as primeiras informações indicavam que a guerra entre os gangues começara após uma luta entre membros do Comando Vermelho e da Família do Norte contra presos que fazem parte do PCC.

Todas as vítimas mortais são membros da fação Comando Vermelho (CV), que domina cerca de 10% da prisão, os restantes 90% são controlados pelo grupo rival Primeiro Comando da Capital (PCC).

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo