Cabinda | Segurança

Cabinda: Guerrilha reivindica ataque e ameaça estrangeiros no enclave

FLEC-FAC

A resistência armada cabindesa anunciou que na quarta-feira, 20 de Fevereiro, às 18h15, efectuou uma emboscada contra uma patrulha das Forças Armadas Angolanas (FAA) na aldeia do Lico na região de Dinge em Cabinda.

Através de um “comunicado de guerra” o comandante da região do Massabi da Frente de Libertação do Estado de Cabinda – Forças Armadas de Cabinda (FLEC-FAC), Che Linika Nkulu, afirma que durante a operação “três soldados angolanos foram mortos, bem como um polícia” assim como morreram dois guerrilheiros.

Numa mensagem áudio, que a e-Global teve acesso, o comandante da FLEC-FAC Che Linika Nkulu confirmou a operação e as baixas referidas no comunicado. Na mesma gravação ameaçou “todos os estrangeiros” no enclave e que estes “devem sair de Cabinda”. Para Che Linika Nkulu, “os estrangeiros estão a ajudar o governo de Angola e não querem a liberdade do povo de Cabinda”.

© e-Global Notícias em Português
1 Comentário

1 Comentário

  1. Pingback: Grey Dynamics » Angola’s Never-ending War

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo