Cabinda | Segurança

Dois militares angolanos mortos em ataque da FLEC/FAC

FLECIMG6188cabinda
Arquivo

A Frente de Libertação do Enclave de Cabinda / Forças Armadas de Cabinda (FLEC/FAC), chefiada por Alexandre Builo Tati, atacou esta segunda-feira, pelas 15:40 horas, um grupo de “uma dezena” de militares das Forças Armadas Angolanas (FAA) que procediam à construção de “um muro ao longo da fronteira entre o enclave de Cabinda e a República do Congo”, na área de Chibango, região de Massabi.

Fonte da resistência cabindesa confirmou que durante a operação dois soldados angolanos foram mortos, cuja documentação permitiu identificar como sendo o Sargento Custa Dizer Bernardo e o Primeiro-cabo João Francisco, natural de Waku Kungo, no Kuanza Sul em Angola.

A FLEC/FAC recolheu os corpos dos dois soldados das FAA mortos, assim como recuperou quatro fuzis de assalto AK-47 e “muitas munições”. Segundo a guerrilha, “dois tratores que as FAA utilizavam na construção do muro foram destruídos”.

Na operação ficaram feridos quatro militares das FAA, assim como um combatente das FAC, confirmou fonte da guerrilha.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo