Cabinda | Segurança

FLEC/FAC anuncia a morte de 10 soldados angolanos e ameaça estrangeiros em Cabinda

FLECFACima070816

Uma viatura das Forças Armadas Angolanas (FAA) foi atacada esta quarta-feira, 5 de Abril, por combatentes da resistência no enclave, anunciou em comunicado a Frente de Libertação do Estado de Cabinda / Forças Armadas de Cabinda (FLEC/FAC).

O ataque terá ocorrido na estrada entre as cidades de Buco Zau e Dinge. Segundo Alfonso Nzau, Chefe da Brigada de Maoimbe Sul e comandante das FAC, durante a operação morreram seis militares angolanos e vários ficaram feridos. “O ataque que ocorreu às 7H50 nas áreas de Sassa Zau deixou igualmente ferido Coronel das FAA” precisa o documento.

No mesmo dia, “na picada que conduz à aldeia de Chimbanza, região de Necuto, 4 soldados das FAA, em patrulha, foram mortos numa outra acção que teve lugar às 8h00 da manhã”, refere ainda Alfonso Nzau, que acrescenta que na operação morreu o guerrilheiro Adriano Kinono Balenda.

“As Forças Armadas Cabindesas FAC alertam, mais uma vez, que todos os estrangeiros que trabalham sob a tutela do governo neocolonial angolano serão tidos como alvos enquanto Luanda não decidir negociar o fim do conflito com a FLEC”, ameaçou através do mesmo comunicado o Chefe da Brigada de Maoimbe Sul da guerrilha em Cabinda, Alfonso Nzau.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo