Cabinda | Segurança

FLEC/FAC anuncia novos combates e lança aviso a todos os estrangeiros em Cabinda

FLECFACvEm201611

Através de um Comunicado de Guerra, o Tenente-General “Sem Medo”, Chefe de Estado-Maior da Frente de Libertação do Estado de Cabinda / Forças Armadas de Cabinda (FLEC/FAC), anunciou que a 5 de dezembro ocorreram “novos confrontos” entre as FAC e as forças angolanas na povoação de Mbongozi-Muno, a uma quinzena de quilómetros de Buco-Zau, quando “uma patrulha do exército angolano deu de caras com as FAC” que resultou em “seis mortos nas fileiras das FAA, bem como mais três feridos graves”.

Segundo o Tenente-General “Sem Medo” o governo angolano “deixou perfeitamente clara a sua intenção de prosseguir as operações militares e de recusar conversações com a FLEC-FAC”. Por esse motivo o Chefe de Estado-Maior da resistência afirma que irá “intensificar as atividades da guerrilha contra o regime angolano e seus aliados em todo o território de Cabinda”.

No mesmo documento a FLEC/FAC alerta para a insegurança no enclave e responsabiliza as autoridades angolanas de porém em risco os “estrangeiros” em Cabinda.

“O Estado-Maior General das Forças Armadas de Cabinda (FAC) adverte todos os estrangeiros residentes ou de passagem em Cabinda, para tomarem todas as suas precauções dado que o território está em Estado de Guerra, declarada pelo regime do MPLA”, sublinha Tenente-General “Sem Medo”.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo