Cabinda

FLEC/FAC “promete” multiplicar os ataques em todo território de Cabinda

FLECFACvEm201611

Através de um comunicado difundido esta segunda-feira 28 de agosto a Frente de Libertação do Estado de Cabinda / Forças Armadas de Cabinda (FLEC/FAC) afirmam que no enclave “a região de Massabi está debaixo de fogo” desde 23 de agosto.

Contactado pelo telefone, o comandante Bonifácio Escorpião Futi precisou que na madrugada de 23 de agosto os guerrilheiros cabindeses atacaram uma posição das Forças Armadas Angolanas (FAA) na planície de Terra Nova próximo da aldeia em Manenga junto ao lago Massabi, que resultou na morte de três militares angolanos e seis feridos, dos quais um guerrilheiro.

Na noite de 26 a 27 de agosto, segundo o comunicado da FLEC/FAC, um guerrilheiro terá sido ferido assim como dois soldados angolanos durante “violentos” confrontos na povoação de Bitcheque.

No mesmo documento os independentistas cabindeses dizem que prometem “multiplicar os ataques contra os invasores angolanos em toda a extensão do território de Cabinda” e apela “aos elementos das FAA, originários de Cabinda, para que não se enganem no inimigo e virem as armas contra os seus agressores angolanos”.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo