Crise | Guiné-Bissau

Apesar do anúncio do Governo, a RDP e RTP África continuam a emitir na Guiné-Bissau

GuineRTPAfrica

O Governo da Guiné-Bissau anunciou esta sexta-feira a cessação das actividades da RTP, RDP África e da Agência Lusa, mas as emissões continuam no ar.

Para as autoridades guineenses, a parte portuguesa não respondeu à proposta de revisão do acordo, assinado há 20 anos, sobre o exercício dos órgãos de Comunicação Social estatais portugueses na Guiné-Bissau.  “Porque já dura 20 anos e há 14 que nós tentamos por estas mesmas preocupações, nunca foi tornado público, mas é uma preocupação constante. Não é admissível que, há 14 anos, estejamos a pedir, a suplicar, a solicitar os nossos colegas portugueses e sem resposta”, disse Victor Pereira, para quem “há qualquer coisa que não bate certo”.

Sabe-se, entretanto, que Portugal põe à disposição das autoridades guineenses, mais de 143 mil euros, por ano, para compra de combustível para o Centro Emissora de Nhacra, onde, além da RDP e RTP, se encontram, também, as emissoras da Rádio (RDN), Televisão (TGB) e a Radio France Internationale (RFI).

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo