Guiné-Bissau

Estudos geológicos na Guiné-Bissau cobrem menos de um quarto do território

parquenaturalGuine

Durante uma ação de capacitação destinada aos jornalistas sobre as indústrias extrativas na Guiné-Bissau o Diretor de Serviço de Geologia, Nhamo Ansumane Sambu, revelou que a Guiné-Bissau tem menos de um quarto do seu território com estudo geológico, razão pela qual o Ministério dos Recursos Naturais, através da Direção-geral de Geologia e Minas está a preparar um programa de prospeção e pesquisa em todo o território nacional, com vista a conhecer em pormenor o potencial geológico do país.

O mesmo responsável informou que já existem algumas empresas que manifestaram o interesse em participar na prospeção e pesquisa de minérios.

“Com a realização da campanha de prospeção e pesquisa, que incidirá principalmente na descoberta de novos depósitos de mineiros, justificando um acréscimo de reservas dos minérios antes diagnosticados, poderá permitir novas descobertas”,disse.

Com o trabalho concluído, Nhamo Sambu garante que a Guiné-Bissau terá mais ou menos 25% do território coberto na prospeção e pesquisa geológica.

Por outro lado, o Diretor de Serviço de Geologia referiu que a coordenação interministerial está ainda numa fase embrionária e não tem um rumo claro. “Se o objetivo do governo é de atrair investimentos para o setor, uma coordenação transversal é então necessária para garantir as boas práticas nos processos de licenciamento ambiental”, destacou.

Atualmente, disse o mesmo responsável, predomina na Guiné-Bissau a exploração de inertes (areia, dolorite, quartzitos, laterites e argilas), levado a cabo por oito empresas, quatro das quais industriais e quatro semi-industriais que operam no setor, nomeadamente AREZKI, GUINEPEDRA, HIPERIUM e a ASCON, sendo as empresas semi-industrias MAIMUNA CAPE SARL, HIPERIUM, AGS e a empresa Mbuf. “Embora o país não ter a tradição mineira e existirem concessões de exploração mineira na fase final de estudo de viabilidade, tal como é o caso da Bauxite de Boé, Fosfato de Farim, existe uma pequena exploração de areias pesadas em Varela”, referiu.

Sumba Nansil

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo