Guiné-Bissau

Guiné-Bissau: Governo vai descontar os dias de paralisação nos salários dos grevistas da função pública

marchaGuineBissau
Arquivo

O Conselho de Ministros decidiu proceder a descontos salariais aos funcionários públicos que aderiram à greve convocada pela União Nacional dos Trabalhadores da Guiné (UNTG).

A decisão saiu da reunião do Conselho de Ministros realizada, esta quarta-feira, 9 de agosto, na qual, apesar de reconhecer que a greve é um direito que assiste aos trabalhadores, o plenário governamental instruiu os ministros da Economia e Finanças e da Função Pública para accionarem mecanismos de controlo rigoroso das faltas marcadas durante a vigência da greve e procederem aos devidos descontos salariais.

Por outro lado, o Conselho de Ministros encorajou os membros do governo que integram o Conselho Permanente de Concertação Social a prosseguirem com um diálogo “franco e aberto” com os sindicatos.

Tiago Seide

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo