Guiné-Bissau

Ministério Público e PJ bloqueiam salários da Presidência da República e de pensionistas da função pública

bissauLuzPracaImperio

Uma operação conjunta do Ministério Público e da Polícia Judiciária (PJ) levou ao cancelamento do salário do mês de fevereiro dos funcionários da Presidência da Republica, incluindo o Chefe de Estado, José Mário Vaz.

Trata-se de uma operação com objetivo de controlar o quadro geral dos pagamentos salariais que são efetuados na Presidência guineense, através de um recenseamento presencial, visando detetar os funcionários “fantasmas”, revelou uma fonte ligada ao processo.

Contudo, disse a mesma fonte, “enquanto decorrem as investigações, desde que o pessoal esteja limpo, o seu salário é logo desbloqueado junto ao Banco”.

No mesmo âmbito, a equipa de investigação judicial cancelou também dois meses de salários – janeiro e fevereiro – aos pensionistas da função pública, cuja maioria é composta por antigos combatentes pela independência da Guiné-Bissau, cujos filhos reagiram com indignação. Em conferência de imprensa anunciaram que vão promover marchas contra o Estado guineense.

Fotografia: Albano Barai

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo