Guiné-Bissau | Segurança

PJ ainda não sabe se assalto às delegações da RTP e Lusa em Bissau teve móbil político

PoliciaJudiciaria
Arquivo

O assalto registado na madrugada de quarta-feira por um grupo de indivíduos desconhecidos às instalações da agência Lusa e RTP, na Guiné-Bissau, está a ser investigado pela Policia Judiciaria (PJ) guineense.

Fonte da PJ considera que as informações até agora recolhidas não determinam se se trata ou não de um crime com móbil político.

Esta suspeita surge após ser efetuada a ligação do assalto e ataques, “à distância”, de círculos próximos ao Presidente da República, contra os delegados da Lusa e a RTP África em Bissau.

Os supostos assaltantes levaram consigo materiais informáticos e os seus acessórios, sem que tivessem sido detetados pelos agentes de segurança que estavam de serviço no local.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo