Guiné-Bissau | Segurança

Três pessoas feridas numa explosão em hotel de Bubaque onde estava o Presidente da República

JOMAVGbissauGLOBAL
José Mário Vaz

Três pessoas ainda se encontram sob cuidados médicos, na sequência de queimaduras sofridas quando foi registado uma explosão de botijas de gás butano no Hotel Casa Africana em Bubaque, no arquipélago de Bijagós.

O incidente aconteceu a 2 de abril, no lugar onde se encontrava o Presidente da República José Mário Vaz, no âmbito da sua presidência aberta a região de Bolama Bijagós.

Contactado pela e-Global Marinho Pedro Lopes, diretor clínico do Hospital Marcelino Banca de Bubaque, explicou os feridos, na sua maioria jovens, deram entrada nesta unidade hospitalar, depois de terem contraído queimaduras de segundo e terceiro grau quando preparavam o pequeno-almoço para os hóspedes que acompanhavam o Chefe do Estado. “São todos cozinheiros do Hotel Casa Africana, atingidos nos membros inferiores pelo fogo”, disse Pedro Lopes.

O diretor clínico do Hospital Carlos Banca de Bubaque disse ainda que os pacientes estão fora de perigo e em estado avançado de recuperação, o que de momento não justifica as suas evacuações para Bissau. “Neste momento já estão estáveis em relação aos primeiros dias em que foram atendidos, eles estavam mesmos agitados e penso que vão continuar a recuperar com o tempo”, disse ele.

É uma situação inédita que se verificou com a explosão de botijas de gás num hotel em Bubaque. “Este é o primeiro caso desta natureza, com a explosão de botija num hotel em Bubaque, ainda mais onde estava o Presidente da República”, explicou Pedro Lopes.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo