Guiné Equatorial

Guiné-Equatorial apela ao financiamento internacional do seu programa de vacinação

vacinacao

O governo da Guiné-Equatorial apelou à Aliança de imunização e outros organismos do sector da vacinação para a revisão e actualização da sua política, com o aumento do financiamento para implementação do projecto ampliado de vacinas em todo o país.

O ministro da Saúde, Salomon Nguema Owono, lançou este apelo durante a abertura em Malabo de um encontro anual dos directores do programa alargado de vacinação dos 10 países da África Central, Camarões, Gabão, Angola, São Tomé e Príncipe, Guiné-Equatorial, Chade, República Centro Africana, Congo, Burundi e República Democrática do Congo.

“O Governo da Guiné-Equatorial nunca gozou do financiamento que dão a outros países. A própria Guiné-Equatorial financia há muitos anos as actividades relacionadas com esta matéria”, declarou o Ministro.

A Guiné-Equatorial pretende obter 80% da cobertura de vacinação no final de 2018 e 90% no final de 2019, anuncio Salomon Nguema.

A cobertura de vacinação contra a poliomielite alcançou os 99% desde o lançamento da campanha em 2015, apesar de ter sido detectado um início de epidemia no país.

Dado o carácter transfronteiriço de muitas doenças com alto potencial epidemiológico, como o sarampo, a poliomielite ou a febre amarela, nos países da África Central, o Ministro da Saúde pediu a criação de mais mecanismos de alerta e respostas comuns para enfrentar potenciais epidemias.

A reunião foi organizada pela OMS, entre os dias 12 e 14 de Setembro.

Parceiros como o CDC de Atlanta, nos EUA, e os Médicos Sem Fronteiras também participam na reunião.

 

© e-Global Notícias em Português
1 Comentário

1 Comentário

  1. Pingback: El gobierno de Guinea Ecuatorial hace un llamamiento internacional para la financiación internacional de su programa de vacunas. e-Global Noticias em Português | asodeguesegundaetapa.org

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo