Guiné Equatorial

Obiang celebra 75º aniversário destacando a eleição da Guiné-Equatorial como membro não permanente do Conselho de Segurança da ONU

obiang

O Presidente da Guiné Equatorial, Teodoro Obiang, que celebra hoje 5 de junho, 75 anos de idade, fez saber que se o seu país tivesse já sido eleito membro não permanente do conselho de segurança da ONU, como é hoje, a intervenção internacional armada na Líbia não teria ocorrido.

“Sentimo-nos africanos, e é por isso que nos chamam panafricanistas. Não vamos mudar de atitude ainda que isso nos custe a vida”, declarou o presidente Obiang defronte de centenas de pessoas presentes complexo desportivo de Malabo, onde diferentes personalidades quiseram participar na celebração do seu aniversário.

O presidente não ocultou a sua alegria pelo que considerou o mérito do seu país ao conseguir beneficiar do apoio de organismos internacionais para ser eleito país membro não permanente do conselho de segurança da ONU no passado dia 2 de julho.

“A Guiné Equatorial é um projecto de transformação reconhecido a nível nacional e internacional. Por isso é que o país mereceu o apoio dos organismos internacionais”, indicou esta segunda feira Teodoro Obiang, há 38 anos no poder.

Os oradores convidados para a cerimónia destacaram o papel do presidente apelidando-o de pilar e artífice do desenvolvimento do país, e pai da Guiné-Equatorial moderna.

 

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo