Moçambique | Segurança

África do Sul rejeita muro com Moçambique

987_large

Cyril Ramaphosa, vice-presidente da África do Sul, rejeitou a construção de um muro na fronteira com Moçambique, como forma de atenuar a vaga de emigração e combater o crime.

A proposta partiu da Juventude do ANC, que no seu Congresso apelou à construção de um “grande muro” ao longo da fronteira com Moçambique para impedir criminosos de entrar na região.

“Nós somos uma nação que não constrói muros. Nós não acreditamos em construir muros, isso define quem nós somos. Nós dizemos que a África do Sul é um país aberto e quando as pessoas vêm cá, devemos tratá-las com dignidade e respeito e dentro dos parâmetros da nossa Constituição”, declarou Ramaphosa, respondendo a perguntas no parlamento.

© e-Global Notícias em Português
1 Comentário

1 Comentário

  1. Óscar Fumo

    11/04/2017 at 18:02

    Quando uma proposta tão absurda como esta de construir um muro vem da juventude, o assunto é muito mais grave ainda. Aonde vai esta humanidade?

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo