Moçambique

Embaixada da Suécia em Moçambique apoia aborto seguro

mocambique

O Governo sueco anunciou, esta quarta-feira, que disponibilizará cerca de 5 milhões de euros para apoiar um programa de acesso ao aborto seguro em Moçambique, no âmbito da promoção dos direitos sexuais e reprodutivos.

Segundo a embaixada da Suécia em Maputo, o programa tem como objetivo reforçar a transmissão de conhecimento e educação das mulheres e raparigas em relação ao aborto, métodos contracetivos e outros cuidados de saúde importantes.

A medida de apoio surge no âmbito da Lei de Acesso ao Aborto Seguro, aprovada pela Assembleia da República de Moçambique em 2014, que descriminalizou o aborto até às 12 primeiras semanas de gravidez.

Uma vez que os serviços de saúde para este fim estão disponíveis apenas nas zonas urbanas do sul do país, a iniciativa vai incidir nas províncias do norte, Nampula, e do centro, Zambézia.

Segundo dados do Ministério da Saúde de Moçambique, cerca de 11% da mortalidade materna deve-se às práticas de aborto clandestino, que são realizados sem qualquer segurança.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo