Moçambique

Ex-ministro da Justiça moçambicano condenado a dois anos de prisão

abdulrremane-lino-de-almeida

O ex-ministro da Justiça de Moçambique, Abdulremane Lino De Almeida, foi condenado pelo juiz João Guilherme, a dois anos de prisão efetiva pelos crimes de abuso de funções e pagamento de remunerações indevidas, e vai ainda ser obrigado a devolver 1 milhão e 800 mil meticais, cerca de 26.000 euros, avança o jornal O País. A sentença foi proferida no Tribunal Judicial de KaMpfumo, em Maputo.

O dinheiro foi utilizado pelo ex-ministro para financiar a polémica viagem a Meca, feita pelo ex-ministro mais três companheiros, para cumprir uma cerimónia de índole religiosa que acontece anualmente.

Abdulremane Lino de Almeida tomou posse como ministro da Justiça, Assuntos Constitucionais e Religiosos, em janeiro de 2015 e foi afastado do cargo em março de 2016, quando o processo já estava a correr na Procuradoria-Geral da República.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo