São Tomé e Príncipe

Governo são-tomense avalia o sistema de ensino superior

olinto daio

O Governo de São Tomé e Príncipe fez uma parceria com o Instituto de Estudos e Pesquisas Educacionais (INEP) do Brasil, que vai durar 18 meses, para “avaliar a formação superior feita nas universidades são-tomenses, avança a publicação on-line local “Jornal Tropical”.

A parceira vai levar uma equipa técnica brasileira à capital são-tomense “para ajudar a montar um sistema e estabelecer uma série de normativos e criar uma equipa de quadros nacionais que possam dar respostas a essas questões de avaliação e acreditação do ensino superior são-tomense”, que está em “franco crescimento”, acrescenta o mesmo jornal.
Para o ministro da Educação, Cultura, Ciência e Comunicação de São Tomé e Príncipe, Olinto Daio, é necessário “criar um sistema científico forte, um ensino superior forte” e para isso é preciso ter ferramentas para avaliar o setor.

Já o diretor do Ensino Superior são-tomense, Agostinho Sousa, sublinho que “os cursos não são dados com o rigor que é exigido, o perfil dos docentes não é tido em conta, o perfil da entrada dos alunos não é rigorosamente definido, as condições laboratoriais precárias remetem-nos todos a uma reflexão profunda”.

Em São Tomé e Príncipe, estão em funcionamento as universidades privadas Universidade Lusíada de São Tomé e Instituto Universitário de Contabilidade, Administração e Informática (IUCAI), e a pública Universidade de São Tomé e Príncipe (USTP).

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo