São Tomé e Príncipe

Projeto de Recuperação do Setor Energético arranca em São Tomé e Príncipe

setor energético

O Ministro das Finanças, Comércio e Economia Azul de São Tomé e Príncipe, Américo Ramos, anunciou esta semana que vai avançar o Projeto de Recuperação do Setor Energético, que se prevê que dure cinco anos. Para o financiamento deste projeto, o Banco Mundial vai contribuir com 16 milhões de dólares e o Banco Europeu de Investimento (BEI) com 13 milhões.

O projeto será financiado pelo Banco Mundial e pelo Banco Europeu de Investimento (BEI), e inclui a reabilitação e expansão do Empreendimento Hidroelétrico Contador e o fortalecimento da Empresa Nacional de Água e Eletricidade de São Tomé e Príncipe (EMAE). O objetivo é recuperar o setor energético, aumentar a produção de eletricidade com recursos renováveis e melhorar o fornecimento de eletricidade.

O Banco Mundial está agora a prestar apoio ao Governo são-tomense na preparação de um plano de desenvolvimento energético de custo mínimo.

Em comunicado, leem-se as declarações do representante do Banco Europeu de Investimento, Diederick Zambon, que garante que o Banco “tem um interesse contínuo em apoiar São Tomé e Príncipe e os esforços para melhorar a rede de transporte e distribuição, para facilitar o acesso à energia e reduzir as perdas no sistema”.

O projeto será implementado pela Agência Fiduciária de Administração de Projetos do Governo de São Tomé e Príncipe (AFAP).

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo