São Tomé e Príncipe

São Tomé e Príncipe tem a maior taxa de alfabetização dos PALOP

livros

Os mais recentes dados divulgados pelo Programa de Alfabetização de Jovens e Adultos (PAJA) de São Tomé e Príncipe, revelam que pelo menos 90% dos são-tomenses com mais de 15 anos sabem ler e escrever, fazendo com que o país tenha a taxa mais alta de alfabetização entre os Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa (PALOP), refere o portal Jornal Tropical.  

A diretora do PAJA, Helena Bonfim, explica esta percentagem: “Depois da independência, houve uma grande campanha para a redução do analfabetismo, principalmente nos jovens e adultos, começou-se a trabalhar e em 1990 reduziu-se a taxa para 50%”. Agora, o objetivo do governo de São Tomé e Príncipe é erradicar o analfabetismo no país até 2022.  

As comunidades rurais e piscatórias continuam a ser as que apresentam maior taxa de analfabetismo do país, sendo o sexo feminino o mais afetado, particularmente nas zonas sul e norte da ilha de São Tomé.  
 
 
 

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo