São Tomé e Príncipe

Suspensa a greve dos funcionários judiciais

GREVE FUNCIONÁRIOS JUDICIAIS1

Os funcionários judiciais e do Ministério Publico retomaram as suas atividades, pondo fim à greve que durou três meses.

A decisão foi justificada com a assinatura de um memorando de entendimento com o governo, indica o sindicato em comunicado.

“Considerando o memorando de entendimento assinado entre o sindicato, o governo e as respetivas entidades empregadoras; considerando que os tribunais administram a justiça em nome do povo; após uma análise cuidada e ponderada, a Assembleia geral dos funcionários judiciais e do Ministério público deliberou suspender a greve”, indica o comunicado, sem dar mais detalhes sobre o entendimento com o executivo, o Conselho de Administração dos Tribunais e o Ministério Público.

Os funcionários judiciais paralisaram os trabalhos por falta de entendimento com o governo sobre ajuste salarial e melhores condições de trabalho e interpretação diferente da legislação que os enquadra. Os serviços mínimos foram garantidos de forma intermitente.

A Assembleia geral extraordinária que decidiu pela suspensão da greve reuniu-se esta segunda-feira.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo