Timor Leste

Ramos Horta anuncia que não é candidato às Presidenciais de março

timor leste

O ex-Presidente da República e líder histórico, José Ramos Horta, anunciou esta semana que não vai recandidatar-se à Presidência da República de Timor Leste, nas eleições que vão acontecer já em março. Apesar dos apelos feitos nesse sentido, a decisão foi tomada depois de conversar com várias personalidades da política timorense.

O atual Presidente da República, Taur Matan Ruak, também anunciou no início do mês de dezembro que não será candidato às Presidenciais 2017, mas que poderá apresentar-se como candidato à Presidência do Partido de Libertação do Povo, nas eleições legislativas que deverão a acontecer durante a segunda metade deste ano.

Atualmente, os candidatos confirmados para as eleições presidenciais, que acontecerão em março, são António Maher Lopes, candidato independente, mas apoiado pelo Partido Socialista de Timor (PST); José Neves, também candidato independente; José Luís Guterres, ex-ministro dos Negócios Estrangeiros, candidato independente e atual deputado do Partido Frente Mudança; e Francisco Guterres, atual Presidente da Fretilin. O Tribunal de Recurso recebe candidaturas até 5 de fevereiro.

Fazendo uma retrospetiva na história das eleições presidenciais em Timor Leste, o primero nome que surge é Kay Rala Xanana Gusmão, o primeiro Presidente de Timor-Leste depois do país se tornar independente.

Xanana Gusmão tomou posse em maio de 2002 e terminou o seu mandato em maio de 2007. Depois de Xanana Gusmão, foi eleito José Ramos Horta, cuja presidência durou até 2012. Desde então é Taur Matan Ruak o Presidente do país, eleito pelo Partido da Libertação Popular (PLP).

Olhando para o universo eleitoral de Timor Leste, as eleições de 2017 serão marcadas pelo facto de 51% dos potenciais votantes se situarem na faixa etária entre os 18 e os 35 anos. Estas eleições são também as primeiras que contam com os votos dos timorenses da diáspora, nomeadamente em Portugal e na Austrália onde as comunidades são mais numerosas.

No final do mês de fevereiro, o Secretariado Técnico de Administração Eleitoral divulga os nomes dos candidatos às eleições Presidenciais de 2017. O período oficial reservado para a campanha eleitoral é de 3 a 17 de março, e o dia das eleições a 20 de março.

Caso nenhum candidato consiga vencer por maioria absoluta, a votação da segunda volta está agendada para 20 de abril. A tomada de posse do futuro Presidente da República de Timor Leste está marcada para 20 de maio.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo