África Subsaariana | Segurança

Ataque de três mulheres suicidas mata duas pessoas no estado de Borno na Nigéria

bokoharamfoto02

Três mulheres suicidas mataram duas pessoas e feriram outras seis num ataque a uma aldeia no estado de Borno, no nordeste da Nigéria, anunciou um porta-voz da polícia esta terça-feira.

A autoria do ataque ainda não foi reivindicada, mas tem as características do grupo islâmico Boko Haram, que muitas vezes usa mulheres em ataques suicidas.

O porta-voz da polícia do estado de Borno, Victor Isuku, disse que as mulheres detonaram os seus explosivos na noite de segunda-feira, no Mandarari Ward, área de governo local de Konduga, a cerca de 36 km da capital Maiduguri.

Embora o exército da Nigéria tenha neutralizado o Boko Haram da maior parte do território do norte, que controlou no início de 2015, ataques suicidas e os ataques armados aumentaram em algumas regiões de Borno desde o final da estação chuvosa, no final do ano passado.

Os militares dizem que o início da estação das chuvas dentro de algumas semanas provavelmente reduzirá a capacidade operativa do movimento e a atividade dos militantes.

O Boko Haram matou mais de 20 mil pessoas e forçou mais de 2 milhões a fugir de suas casas desde 2009, a organização terrorista pretende criar um califado islâmico no nordeste da nação mais populosa da África.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo