África Subsaariana | Segurança

Camarões anuncia libertação de 5.000 pessoas detidas pelo Boko Haram

nigeria-boko haram

Camarões anunciou esta quarta-feira a libertação de 5.000 pessoas detidas em aldeias controladas pelo grupo islamita Boko Haram, numa operação militar que durou dez dias.

“Mais de 60 terroristas foram mortos nesta vasta operação realizada entre 26 de Fevereiro e 7 de Março, sem perdas do lado dos soldados camaroneses”, disse o porta-voz do governo numa conferência de imprensa.

“Tratou-se de uma operação transfronteiriça que consistiu em revistar ao longo das fronteiras todas as aldeias, numa distância de 50 quilómetros, no território administrativo camaronês de Mayo-Tsanaga”, explicou Issa Tchiroma Bakary.

“As forças conjuntas tinham como missão detetar militantes e simpatizantes do Boko Haram em território nigeriano. Helicópteros das nossas forças de defesa e segurança também foram solicitados e foram um apoio imensurável. Isso mostra a importância da operação, a sinergia criada pelas forças de defesa e segurança dos Camarões em perfeita harmonia com as forças nigerianas sob a bandeira da força multinacional conjunta”, disse o porta-voz governo camaronês.

As 5.000 pessoas libertados são na sua maioria mulheres, crianças e idosos.

Pelos menos 21 suspeitos foram detidos durante esta operação, uma base do Boko Haram foi completamente assim como um depósito de combustível e explosivos, kalashnikovs, munições e motos também foram apreendidos.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo