África Subsaariana | Segurança

Cruz vermelha encontra 115 corpos em Bagassou na República Centro-Africana

cruz vermelha-car

Membros da Cruz Vermelha encontraram 115 corpos na cidade de Bangassou, na região centro-africana de mineração de diamantes, depois de vários dias de ataques com milícias, informou na quarta-feira o presidente da divisão local do grupo. A ONU também está a investigar a morte de cerca de 100 pessoas na cidade de Alindao.

A batalha pelo controlo da cidade marca uma nova escalada num conflito que começou em 2013, quando os combatentes Seleka, maioritariamente muçulmanos, tiraram do poder o então presidente François Bozizé, originando confrontos  com milícias cristãs Anti-Balaka.

Recentes confrontos centraram-se nas áreas ricas em diamantes do centro e sul do país, com milícias rivais lutando entre si para as controlar, adianta a Cruz Vermelha.

“Encontramos 115 corpos e 34 foram enterrados”, disse Antoine Mbao Bogo à Reuters por telefone da capital Bangui. Um alto funcionário da ONU tinha relatado 26 mortes de civis.

No fim de semana, centenas de combatentes de milícias, com armamento pesado, tomaram de assalto a cidade fronteiriça do sudeste, Bangassou. Também, segundo o porta-voz da ONU, Herve Verhoosel, os confrontos entre milícias na cidade central de Bria já mataram cinco pessoas.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo