África Subsaariana | Segurança

EUA vão continuar a treinar tropas contra o LRA de Joseph Kony

FILE - In this Nov. 12, 2006 file photo, the leader of the Lord's Resistance Army, Joseph Kony answers journalists' questions following a meeting with UN humanitarian chief Jan Egeland at Ri-Kwamba in southern Sudan. Ten years ago the international treaty that created the ICC came into force, creating the world's first permanent war crimes tribunal.  The head of a planned African Union force to hunt warlord Joseph Kony said on Wednesday, July 25, 2012,  that he can't start his task because he doesn't have troops, equipment or the necessary funding. (AP Photo/Stuart Price, File, Pool)

Os EUA afirmaram que vão manter o treino e a formação às forças militares no Leste e Centro de África para prevenir que Joseph Kony e os seus rebeldes consigam reagrupar-se e tornar-se novamente uma ameaça de segurança.

Cerca de 100 militares norte-americanos têm fornecido informações e logística a uma força regional composta por militares do Uganda, da República Democrática do Congo, do Sudão do Sul e da República Centro Africana que está em perseguição do Lord Resistance Army (LRA) de Kony.

No mês passado, Washington anunciou que iria retirar o seu contingente das operações contra o LRA, afirmando que a força rebelde estava severamente enfraquecida.

O anúncio da manutenção das acções de treino e formação para a força militar regional tem por objectivo evitar que Kony possa reagrupar-se e aproveitar o vazio para se estabelecer de novo como ameaça à segurança de toda a região.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo