África Subsaariana | Magrebe | Segurança

Imigrantes africanos vendidos em “mercado de escravos” na Líbia

sabhaLibia
Sabha, Líbia

Imigrantes provenientes da África de Oeste afirmaram que foram comprados e vendidos em “mercado de escravos” em parques de estacionamento na cidade de Sabha, no sul da Líbia, avançou esta terça-feira um relatório da Organização Internacional para as Migrações (OIM), que recolheu vários testemunhos.

Vendidos a preços que podem variar de 200 a 300 euros, os imigrantes são retidos durante dois ou três meses, explicou Othman Belbeisi responsável da antena da OIM na Líbia. “Estes migrantes são vendidos no mercado como se fossem matérias-primas”, disse.

Oriundos, maioritariamente, da Nigéria, Senegal e Gâmbia, os migrantes são capturados por grupos armados e traficantes, quando tentam atravessar a Líbia, sendo a Europa o pretendido destino final.

Segundo o relatório da OIM, a maior parte dos migrantes são forçados a trabalhar diariamente na construção e agricultura, apesar de alguns serem remunerados, outros são forçados a trabalhar sem receberem qualquer remuneração. Muitas mulheres, são vítimas de violências e violações assim como existem casos de prostituição forçada, denunciou Othman Belbeisi.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo