África Subsaariana | Crise | Médio Oriente

Migrantes atirados ao mar por traficantes ao largo do Iémen

migrantes

A Organização Internacional para as Migrações (OIM) denunciou esta quinta-feira que pelo menos cinco migrantes africanos morreram, e outros 50 estão desaparecidos, de um total de 180 que foram atirados ao mar por traficantes humanos perto ao largo da costa do Iémen. Este é o segundo incidente do género em dois dias.

Lina Koussa, diretora da agência da OIM no Iémen, referiu que os sobreviventes deste incidente são cerca de 100, dos quais 25 estão a receber tratamento médico.

O caso desta quinta-feira ocorreu na província de Shebua, localizada em frente ao golfo de Adén, uma zona que fica próxima do local onde outro grupo de cerca de 120 imigrantes oriundos da Somália e da Etiópia foi deliberadamente atirado ao mar por traficantes, segundo denunciou na quarta-feira a OIM.

Pelo menos 29 pessoas perderam a vida nesse incidente e outras 22 continuam desaparecidas, segundos os cálculos da OIM.

Os números da OIM revelam que cerca de 55.000 migrantes abandonaram nações do Corno de África em direção ao Iémen desde janeiro deste ano, a maioria deles vindos da Somália e da Etiópia.

 

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo