África Subsaariana | Crise

Organizações humanitárias alertam para que a seca na Somália está à beira de uma “catástrofe massiva”

fome-somalia

As taxas de subnutrição infantil estão a ameaçar aumentar para níveis alarmantes na Somália, atingida pela seca, alertou na quinta-feira, a organização humanitária “Save the Children”, referindo a mais recente pesquisa que encontrou níveis “muito críticos” em dois dos seis distritos avaliados nalgumas das regiões mais afetadas da Somália.

“Estamos à beira de uma enorme catástrofe na Somália com a morte de três quartos do gado do país, um rápido aumento de crianças que sofrem de desnutrição grave e o esgotamento das reservas de água em dezenas de comunidades”, disse Hassan Saadi Noor, diretor do Save the Children na Somália, manifestando medo de ver “crianças a morrer em números significativos”.

Menos de 10 por cento das crianças na Somália estão atualmente registadas num programa de nutrição, de acordo com o estudo, que adverte que as crianças poderão começar a morrer “no futuro próximo”, a menos que medidas imediatas sejam tomadas, como uma maior e rápida ampliação de esquemas de alimentação.

“Os doadores têm aumentado nos últimos meses, porém a dimensão desta crise é tão grande que é necessário mais financiamento para lidar diretamente com a desnutrição, incluindo a melhoria do acesso a alimentos e água”, disse Noor.

De acordo com o responsável, a seca deixou 6,2 milhões de pessoas – mais da metade da população da Somália – com necessidade de ajuda imediata, assim como 8,3 milhões no Quénia e na Etiópia.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo