África Subsaariana | Diplomacia

Papa pede perdão pelo papel da Igreja Católica no genocídio do Ruanda

papafrancisco

O Papa Francisco pediu perdão pelos “pecados e falhas da Igreja e dos seus membros” durante o genocídio do Ruanda, em 1994.

Numa reunião realizada hoje, segunda feira, com o Presidente do Ruanda, Paul Kagame, o Papa disse esperar que as suas palavras contribuíssem para a paz no país africano e para a “purificação da memória”.

A Igreja Católica no Ruanda já tinha publicamente no ano passado pedido perdão pelo papel desempenhado por alguns dos seus membros na criação de ódio étnico. Alguns dos massacres ocorreram mesmo em Igrejas onde a população procurava refúgio das milícias.

 

Durante o genocídio do Ruanda, cerca de 800 mil pessoas, na sua maioria pertencentes à etnia minoritária Tutsi, bem como alguns moderados da etnia Hutu, foram massacradas.

 

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo