África Subsaariana | Segurança

RDC: Líder do Bundu Dia Kongo evadiu-se da maior prisão de Kinshasa

BDKrdc
Ne Muanda Nsemi

Durante a noite de 16 para 17 de maio, combatentes do movimento Bundu Dia Kongo (BDK) atacaram a maior prisão da capital da República Democrática do Congo (RDC), Kinshasa, Makala na comuna de Selembao, e libertaram o seu líder Ne Muanda Nsemi, assim como uma dezena de prisioneiros, entre os quais vários militantes do BDK, confirmou o ministro da Justiça congolês, Alexis Thambwe Mwamba.

Durante a ação o chefe das operações da polícia do centro prisional foi ferido, assim como incendiado o gabinete do diretor da prisão, para além do seu carro.

Segundo Alexis Thambwe Mwamba está em curso a contagem dos prisioneiros de Makala sendo provável que os “prisioneiros mais emblemáticos, exceto Ne Muanda Nsemi, permanecem ainda no centro penitenciário”.

Ne Muanda Nsemi, líder do movimento político-religioso BDK, foi detido após ter lançado um apelo à insurreição contra o presidente Joseph Kabila.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo