África Subsaariana

Tropas libertam instalações da Universidade Nacional da Somália passados dez anos

1024x576_377767

A Missão da União Africana na Somália (AMISOM) devolveu, esta terça-feira, a Universidade Nacional da Somália ao Governo Federal da Somália, que nos últimos dez anos tinha sido usada como base militar operacional na luta contra o grupo terrorista Al Shabaab. Assim, o contingente de Burundi da missão da União Africana na Somália foi transferido para uma nova instalação, no âmbito de outra missão que começou em abril deste ano.

O evento de reinauguração teve lugar na capital, Mogadíscio, e contou com a presença do ministro da Educação somali, Abdirahman Dahir Osman, que descreveu a reabertura da instituição como “um símbolo do renascimento da Somália”.

O responsável pela missão da AMISOM, Francisco Caetano Madeira, confirmou que a instalação começará a admitir estudantes assim que o Governo der permissão. As instalações foram restauradas com o apoio do Escritório de Apoio das Nações Unidas na Somália (UNSOS).

A universidade foi construída em 1954, mas foi gravemente atingida na sequência da guerra civil de 1991, levando à suspensão das aulas e ao posterior encerramento.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo