América do Norte | Crise | Médio Oriente

Canadá vai acolher 1.200 refugiados Yezidi perseguidos pelo Estado Islâmico

yazidis

O Canadá anunciou na terça-feira que vai acolher 1.200 refugiados Yezidi perseguidos pelo Estado Islâmico no Iraque (EI), na sequência de uma resolução do ano passado para receber os membros do grupo, adiantando que 400 refugiados já estão instalados.

“A nossa operação está em curso e os refugiados que sobreviveram ao EI começaram a chegar ao Canadá nos últimos meses”, disse o ministro canadiano da Imigração, Ahmed Hussen.

A nota do governo diz que é esperado que a maioria dos 1.200 indivíduos acolhidos será de yezidis, mas que a escolha não é baseada em religião ou etnia. Os sobreviventes do Estado Islâmico que serão recebidos no país “incluem mulheres e crianças Yazidi e suas famílias, imigrantes, refugiados e cidadãos do Canadá”, segundo comunicado.

Inicialmente, o plano pretendia trazer mulheres e meninas Yezidi altamente vulneráveis, mas o governo canadiano expandiu o programa ao saber que o IEI também tinha como alvo jovens rapazes.

Os yezidis são uma minoria curda adepta a uma religião pré-islâmica. Não são árabes, nem muçulmanos, e o Estado Islâmico considera-os como politeístas hereges.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo