América do Norte | Ásia | Crise | Segurança

Coreia do Norte garante que plano de ataque a Guam estará pronto dentro de dias

ilha guam

A Coreia do Norte declarou esta quinta feira que “está a analisar seriamente o plano” para executar um ataque envolvendo quatro mísseis Hwasong-12, de médio alcance, em direção a Guam para enviar “um forte sinal de advertência aos Estados Unidos”, diz a agência oficial norte-coreana KCNA.

Este plano “vai ser finalizado em meados de agosto e será reportado ao comandante-chefe das forças nucleares da DPRK [sigla em inglês de República Democrática da Coreia, nome oficial do país], aguardando as suas ordens”, afirmou o comandante das Forças Estratégicas norte-coreanas, Kim Rak-Gyom, referindo-se ao líder da Coreia do Norte, Kim Jong-un.

A ameaça de atacar o território não-incorporado dos Estados Unidos, situado entre o estado do Hawai e as Filipinas, surge em resposta às declarações de Donald Trump de que Pyongyang irá enfrentar “fogo e fúria nunca antes vistos” se continuar a provocar os EUA.

Guam é uma ilha com 544 quilómetros quadrados e 163 mil habitantes, que alberga importantes bases militares dos EUA.

No comunicado desta quinta-feira, Kim Rak-Gyom também declarou que o Presidente dos Estados Unidos diz “uma série de disparates” e “não é capaz de entender a gravidade da situação”.

 

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo