América do Norte | América Latina | Segurança

Diretor da CIA alerta para o risco de “descontrolo” das milícias armadas na Venezuela

CIAMikePompeo
Mike Pompeo

O diretor da Agência Central de Inteligência (CIA) norte-americana, Mike Pompeo, afirmou que é cada vez maior o risco de as milícias armadas na Venezuela “atuarem fora de controlo”, uma ameaça agravada pela crescente entrada de armas no país.

O alerta de Mike Pompeo foi lançado durante uma audiência no Comité de Inteligência do Senado americano que abordou a crise venezuelana e, especificamente, o fenómeno das milícias armadas, conhecidas como “coletivos”, para além da grande circulação de armas que podem chegar “às mãos erradas”, segundo Pompeo.

O responsável da CIA receia também que os “coletivos” possam ser utilizados pelo Governo de Nicolas Maduro para “defenderem os interesses chavistas face aos movimentos opositores”.

“Estão muitas armas a circular na Venezuela, o risco é real e sério, e uma ameaça para a América do Sul, América Central e não apenas para a Venezuela”, sublinhou Pompeo.

Também presente na mesma audiência, Dan Coats, diretor nacional da Inteligência norte-americana, realçou que o “impopular Governo autocrático da Venezuela irá recorrer a meios cada vez mais repressivos para conter os opositores políticos e os distúrbios nas ruas”.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo