América do Norte | Ásia | Crise | Diplomacia

Rússia reage a sanções dos EUA reduzindo o corpo diplomático

putin

Moscovo retaliou contra últimas sanções impostas por Washington ordenando a redução de pessoal do corpo diplomático norte-americano em Moscovo e confiscou duas propriedades diplomáticas dos Estados Unidos em território russo.

“Pedimos à parte norte-americana que, a partir de 1 de setembro, reduza o número de diplomatas e colaboradores que trabalham na Embaixada dos Estados Unidos em Moscovo e nos consulados de São Petersburgo e outras cidades, até ao mesmo número do pessoal diplomático russo nos EUA”, escreve o Ministério dos Negócios Estrangeiros russo num comunicado divulgado na sua página eletrónica. “Isto significa que o número total do pessoal nas representações diplomáticas e consulares norte-americanas na Rússia se reduz para 455 pessoas”, acrescenta.

O ministério russo anunciou também que, a partir de 1 de agosto, a embaixada dos EUA não poderá utilizar armazéns na capital russa nem a mansão que dispõe em Serebrianyi Bor. “Nós nos reservamos o direito a adotar, com base no princípio de reciprocidade, novas medidas que podem afetar os direitos dos EUA”, adverte a declaração.

A Câmara dos Representantes dos EUA aprovou na quarta-feira, com apenas três votos contra, mais sanções económicas contra a Rússia, pela suposta ingerência nas eleições presidenciais de novembro, a propósito da qual está em curso uma investigação nos Estados Unidos, a anexação da Crimeia e as ingerências russas na Ucrânia.

 

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo