América Latina | Crise | Segurança

Grupo armado anuncia início da “Operação David” para recuperar a democracia na Venezuela

Homens encapuçados e fortemente armados, que alegam ser militares profissionais e polícias no ativo e na reforma, anunciaram na noite desta quarta-feira o início da “Operação David” que tem como objetivo recuperar a Venezuela.

Através de um vídeo difundido na internet, com uma duração de três minutos, os militares afirmam que não mostram os seus rostos por motivos operacionais e pedem aos venezuelanos para prosseguirem com a pressão na ruas assim como apelaram aos militares em serviço para travarem o que qualificam como “o Governo delinquente da Venezuela”.

No mesmo vídeo denunciam a votação para a Assembleia Nacional Constituinte e acusam o governo de ter alterado o resultado. No final da intervenção um dos militares encapuçados diz que isto “não é um golpe de Estado, mas um ato legítimo para recuperar a democracia na Venezuela”.

Esta mensagem foi semelhante aquela difundida pelo capitão Juan Caguaripano que no domingo anunciou oposição contra o regime de Nicolas Maduro, durante a operação de um grupo de militares contra o quartel de Paramacay em Valencia no Estado de Carabobo.

Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo