América Latina | Segurança

Oscar Lopez Rivera foi libertado da prisão domiciliar ao fim de 36 anos

Oscar Lopez Rivera

O nacionalista de Porto Rico, Oscar Lopez Rivera, cumpriu a sua pena de décadas em prisão domiciliar devido a um caso que o transformou num mártir com vários apoiantes.

Lopez foi considerado líder de um grupo de militantes de Porto Rico responsável por mais de 100 bombardeamentos em cidades norte americanas e do seu próprio país durante as décadas de 1970 e 1980. Os ataques mataram seis pessoas e fizeram inúmeros feridos.

Lopez não foi condenado por qualquer ligação aos bombardeamentos mas aqueles que perderam entes queridos responsabilizam-no pelas suas mortes.

O homem de 74 anos foi aplaudido nesta quarta-feira por um pequeno grupo de pessoas que exibiam bandeiras do país.

São esperadas milhares de pessoas nas ruas de Porto Rico para celebrar a sua libertação.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo