Ásia | Crise

Escassez de água potável devido a grave seca no Sul da Índia

seca india

Uma das piores secas das últimas décadas no sul da Índia tem levado a uma crise nos reservatórios de água originando escassez de água potável em cidades como o Chennai, com o governo a aconselhar os cidadãos a poupar água.

Os suprimentos de água em toda a cidade portuária de Chennai caíram para metade. O governo alertou que a água da torneira pode diminuir para apenas umas gotas nos próximos dias.

Arun Roy, do conselho de abastecimento de água de Chennai, referiu que neste momento estão a fornecer entre 450 e 470 milhões de litros de água por dia sendo que o normal é o fornecimento de 830 milhões.

As fontes de água subterrâneas e alguns lagos encontram-se muito empobrecidos a menos de 60 km de Chennai onde vivem mais de oito milhões de pessoas. Em algumas zonas a água da torneira só está disponível a cada 3 ou 4 dias.

Os custos da água para a maioria dos residentes de Chennai subiram 50 por cento, ao mesmo tempo que mais pessoas dependem de tanques de água privados e poços pessoais para suas necessidades diárias.

“Esta crise era esperada uma vez que as últimas monções falharam”, afirmou Sekhar Raghavan da “Rain Center”, uma organização sem fins lucrativos que se destina a promover a colheita de água da chuva na cidade.

“O mais chocante é não terem sido previstas medidas para lidar com a situação. Estão em falta todos os esforços para garantir a recarga das águas subterrâneas”, concluiu.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo