Ásia | Segurança

Estado Islâmico reivindica atentados que fizeram 12 mortos no Irão

policia-irao

O Estado Islâmico reivindicou uma série de ataques contra o Parlamento de Teerão e o mausoléu do imã Khomeni, indicou a agência Amaq controlada pela organização jihadista. “Os combatentes do Estado Islâmico atacaram o mausoléu de Khomeni e o Parlamento de Teerão”, refere a Amaq.

Homens armados atacaram esta quarta-feira o parlamento do Irão e, quase em simultâneo, um bombista fez-se explodir no Mausoléu de Khomeini, em Teerão, fazendo pelo menos 12 mortos e 42 feridos, segundo a AFP. Quatro atacantes terão sido abatidos.

De acordo com o Ministério dos Serviços de Informação iraniano, os elementos de um terceiro grupo “terrorista” preparavam-se para operar mas foram detidos pelas autoridades.

Este será o primeiro atentado do Estado Islâmico, sunitas, no país muçulmano maioritariamente xiita.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo